Grandes jogo: o templo do Nepal

Mais um grande jogo. Desta vez no Nepal, arqueólogos e contrabandistas andam atrás de uma estátua em ouro.

 

Tema:
O Centro de Pesquisas Arqueológicas, dirigido pelo famoso professor, Miguel Covinhas, soube que, no Nepal, foi descoberto um templo onde está guardada uma estatueta de ouro coberta de diamantes. É imediatamente organizada uma expedição. Mas, infelizmente, algumas quadrilhas internacionais de ladrões de diamantes, que têm espias em todo o lado, conseguiram apoderar-se também do mapa da zona…
Terreno:
Arborizado. Um “templo” é traçado com cordas e outros materiais. No meio, bem visível, está a estatueta.
Cada equipa tem o seu campo base.
Jogadores:
São divididos em equipas iguais. Têm todas as mesmas características, embora só uma delas seja a expedição arqueológica.
Para três ou mais equipas. Equipas de 5 a 8 elementos.
Regras:
Quer a expedição quer as quadrilhas tentam chegar em primeiro lugar à estatueta e levá-la para o seu campo base.
Cada equipa tem uma planta, a partir da qual procura a localização do templo.
Na fase de busca (que pode levar muito tempo; podem-se incluir provas técnicas, pistas, orientação…), as equipas que se encontram, combatem ao escalpo.
A equipa que encontra a estatueta, deve levá-la à sua base.
Quando a estatueta é descoberta, o combate é ao escalpo (cad ajogador tem um lenço ou uma fita pendurada nos calções; quem consegue arrancar a fita ao adversário, vence).
Mas o portador da estatueta pode ser capturado com um simples toque de qualquer adversário. É mais vulnerável porque está ocupado com a estatueta. O portador tocado deve pousar a estatueta no chão. Qualquer jogador, amigo ou adversário, pode então apoderar-se da estatueta.
Para os escalpados, pode prever-se uma enfermaria central, num ponto conhecido de todos.
Pontuação:
2 pontos por cada adversário escalpado ou portador da estatueta apanhado com toque (com cartões-vida).
10 pontos para a primeira equipa a apanhar a estatueta.
20 pontos para quem a conseguir levar para o campo base.
Variante:
No templo, a estatueta está guardada por um velho guardião cego (um animador com os olhos vendados).
Ele captura com toque todos aqueles que conseguir. Não pode sair do templo. Isso obriga a que o jogo, principalmente na zona à volta do templo, seja jogado em silêncio.
Pode-se combinar que o guardião declara apanhados todos os jogadores que ele identificar pela voz.
Material:
Estatueta. Feita com um tronco de árvore. Não pode ser ocultável nas roupas.
Mapas da zona de jogo com indicações do templo.
Cordas.
Cartões vida e escalpos.
Material para a enfermaria.

Partilhe

Facebook
WhatsApp

Mais recursos

Todas
Recursos 502
Oração 174
Músicas 0
Técnicas e Dinâmicas 31
Avaliar-me-catequista-crente
Avaliar-me como catequista e como crente!
Partilhamos um esquema de avaliação e desempenho para catequistas. Não pretende fazer acusações nem premiar...
Pentecostes-1
Pentecostes ou as línguas de fogo
O livro "Da mão para o coração - 5 minutos de criatividade para a Bíblia" sugere uma atividade para se...
6 dicas Tempo Pascal
Seis ideias para dinamizar o Tempo Pascal

Há diversas formas de convidar a comunidade a celebrar a Páscoa.

Dia do Pai
Dia do pai - celebração familiar
Este dia celebra-se no dia 19 de março, porque é o dia de S.José. Sugerimos esta breve celebração antes...
5 dicas para a Quaresma
5 dicas para dinamizar a Quaresma
Neste artigo, damos-te cinco dicas para dinamizares a Quaresma, envolvendo as crianças e famílias da...
Dramatização do Evangelho
Dramatização do Evangelho
A dramatização é uma das linguagens possíveis para anunciar o Evangelho. No teatro, comunicamos com o...
Como lidar com fracasso catequese
Como lidar com o fracasso na catequese?

Às vezes, as coisas correm mal. Como reagir?

Festa da Gratidão
Festa da Gratidão - Encerramento do ano
Quando termina um ano de atividades, é oportuno que a comunidade se reúna para agradecer. A este momento...