Por que é que a comunidade é tão importante na Quaresma?

A Quaresma é um tempo de reflexão espiritual, penitência e renovação vivido por cristãos em todo o mundo, em particular os católicos. Dura 40 dias, começando na Quarta-feira de Cinzas e terminando na Quinta-feira Santa, e é um tempo focado no crescimento espiritual, jejum, e serviço aos outros. Embora a Quaresma seja um caminho de conversão pessoal, a sua vivência comunitária é fundamental.

Partilhamos algumas das razões pelas quais a comunidade é tão importante na Quaresma. 

 

1. Responsabilidade: Viver a Quaresma com outros responsabiliza-nos e encoraja-nos. Quando pertencemos a uma comunidade de pessoas que estão comprometidas com os mesmos objectivos espirituais, é menos provável que desistamos ou que nos tornemos desmazelados. Além disso, ter pessoas com quem partilhar as nossas experiências pode aprofundar o nosso caminho de conversão. 

2. Encorajamento e Apoio: Viver a Quaresma pode ser um desafio, sobretudo quando nos propomos a mudar algo em nós, ou a abdicar de algo que gostamos muito. Quando pertencemos uma comunidade de pessoas para nos apoiar, o caminho pode tornar-se mais fácil e mais gratificante. Podemos apoiar-nos uns dos outros e saber que não estamos sozinhos nas nossas lutas.

3. Experiências partilhadas: A Quaresma é um tempo de renovação espiritual, e fazer esta experiência com outros pode aprofundar a nossa compreensão sobre os gestos e celebrações desta época. Quer seja através da participação na Missa, nas cerimónias quaresmais (imposição das Cinzas, Via Sacra), momentos de oração e meditação em torno da Palavra, partilha de refeições ou conversas, fazer parte de uma comunidade pode ajudar-nos a ver de novas formas a beleza e profundidade das práticas quaresmais.

4. Oportunidades de serviço: A Quaresma é uma época de sacrifício e de serviço, e fazer parte de uma comunidade pode proporcionar-nos muitas oportunidades para pôr em prática a nossa fé. Quer se trate de voluntariado num banco alimentar local, visitar os doentes, ou simplesmente dar ouvidos a alguém em necessidade, fazer parte de uma comunidade pode ajudar-nos a encontrar formas significativas de servir os outros.

Em conclusão, a pertença a uma comunidade é um aspecto essencial na vivência da Quaresma. Quer faça parte de um grupo pequeno, de uma paróquia maior, ou apenas tenha alguns amigos próximos/ família que também estejam a procurar viver este tempo forte da liturgia, poder fazer fazer parte de uma comunidade pode ajudar a tornar a viagem mais significativa, gratificante e agradável. Por isso, ao embarcar na sua caminhada quaresmal, considere estender a mão aos outros e ligar-se à sua comunidade local. Poderá apenas descobrir que esta época de reflexão espiritual se torna uma das épocas mais transformadoras e gratificantes do ano.

No livro “Viver a Quaresma” encontra muitas propostas para dinamizar a comunidade este tempo forte da liturgia. 

Partilhe

Facebook
WhatsApp

Mais recursos

Todas
Recursos 500
Oração 172
Músicas 0
Técnicas e Dinâmicas 31
5 dicas para a Quaresma
5 dicas para dinamizar a Quaresma
Neste artigo, damos-te cinco dicas para dinamizares a Quaresma, envolvendo as crianças e famílias da...
Dramatização do Evangelho
Dramatização do Evangelho
A dramatização é uma das linguagens possíveis para anunciar o Evangelho. No teatro, comunicamos com o...
Como lidar com fracasso catequese
Como lidar com o fracasso na catequese?

Às vezes, as coisas correm mal. Como reagir?

Festa da Gratidão
Festa da Gratidão - Encerramento do ano
Quando termina um ano de atividades, é oportuno que a comunidade se reúna para agradecer. A este momento...
Meditação vocacional a partir do sim de Maria
O sim de Maria - meditação vocacional
O texto da Anunciação do Senhor (Lc 1, 26-38) conta-nos o momento em que o Anjo anunciou a Maria que...
5 razões para celebrar o Tempo Pascal
Alegra-te! Cinco razões para celebrar o Tempo Pascal
O Tempo Pascal inicia no Domingo de Páscoa e culmina no Pentecostes. Estes 50 dias têm um profundo significado...
Celebrar a Páscoa - Ebook gratuito
A época pascal não é “apenas mais uma festa”, mas antes o centro do ano litúrgico onde celebramos a presença...
O que é o Tríduo Pascal?
O tríduo pascal é o ponto mais alto do ano litúrgico. Começa na tarde de quinta-feira santa com a celebração...