Mianmar – Entre emergência e esperança

(ANS – Yangon) – O arcebispo de Yangon, o salesiano Dom Charles Maung Bo, com carta datada de 25 de maio, atualiza-nos acerca da situação que o povo do Mianmar está vivendo após ao passagem do ciclone Nargis, que há três semanas atingiu especialmente a região da capital e do delta do rio Irrawaddy.

A carta sublinha quanto ainda o povo tenha necessidade de
assistência e que o estado de emergência ainda não passou. O arcebispo
refere como a Igreja local tenha conseguido chegar até perto de 25.000
pessoas, fornecendo comida, refúgio e água potável, além da necessária
assistência espiritual e psicológica. O bispo salesiano mostra
sobretudo a situação vivida pelas crianças e adolescentes, que
constituem nesta circunstância a parte mais vulnerável da população.
Dom Bo exprime, além disso, a esperança de poder chegar, graças à
possibilidade de que goza a Igreja, a mais outras 40.000 pessoas.

Dom Bo afirma: “Depois de três semanas da passagem do ciclone
Nargis, que atingiu pesadamente a população do Mianmar, discute-se
ainda sobre os danos causados. Para os supérstites do delta e de
Yangon, sobreviver é uma luta cotidiana, devido às dificuldades de
acesso à água limpa, comida, alojamento e assistência médica. A isso
devem-se acrescentar os alagamentos, os danos sofridos pelos arrozais:
a perda dos implementos, sementes, animais incidirão negativamente na
produção do arroz e na possibilidade de ter do que comer.

A resposta local foi muito importante nestas primeiras semanas.
Infelizmente os recursos e possibilidades de enfrentar o problema já se
exauriram. Recebo por isso com muito prazer o recente anúncio feito
pelo governo de permitir o ingresso de todos os grupos de assistência
humanitária. Espero que este anúncio nos dê uma resposta e que as
ajudas internacionais possam encontrar apoio nas estruturas locais e
nas iniciativas já em curso.

Entre as histórias de desespero emerge também a esperança. O povo do
Mianmar está unido de modo solidário com as vítimas do ciclone. A
população e os líderes de todas as religiões trabalharam juntos para
chegar às comunidades mais afastadas e para alentar o governo a fazer
todo o possível. A história que pude ouvir dos supérstites do ciclone e
que continuam a viver com dignidade e esperança são um tributo à
indestrutível natureza do espírito humano. As manifestações humanas de
coragem e bondade dos que voluntariamente deram assistência ao povo da
zona do delta, e as manifestações de solidariedade e auxílio recebidas
pela Igreja do Mianmar põem em evidência a generosidade da humanidade”.

Partilhe

Facebook
WhatsApp

Relacionados

Noticia-Apresentacao-Rezar-com-Maria
Apresentação do livro "Rezar com Maria"
"Rezar com Maria", o 11º livro de Paulo Costa, pela Salesianos Editora, foi apresentado em Santa Maria...
NOTICIA-PEDROSA-FERREIRA
Faleceu Pe. Pedrosa Ferreira
Partiu para o Pai, a 22 de abril de 2024 um dos nomes incontornáveis da catequese, em Portugal. Salesiano...
Dia do Livro 2024 Noticia
Descontos - Dia Mundial do Livro 2024
O Dia Mundial do Livro celebra-se a 23 de abril. Associamo-nos a esta festa, com o lançamento de uma...
Rui Alberto Ecclesia
Pe. Rui Alberto apresenta Novo Itinerário da Catequese no programa da RTP 2 “A Fé dos Homens”
O Diretor Editorial da Salesianos Editora esteve no programa Ecclesia, transmitido na RTP 2, a apresentar...

Últimas

Pesquisa