Ajudem-me que não sei beijar!

«Que fiasco! Que figura»; «Não sabia se devis ter os olhos abertos ou fechados!»; «O coração batia a 100 à hora!». Claro! É realmente verdade, pois o primeiro beijo nunca mais se esquece. Com as suas ansiedades, os seus desejos, as suas esperamças e as suas desilusões.
Pode dar uma viragem a uma históris, selar um pacto de amor. Pensai em Romei e Julieta: o pobre jovem chegou até a trepar a uma varanda para receber o primeiro beijo. Mas não só; pensai em todas as pessoas que se amam e demostram mutuamente: os vossos pais, os vossos amigos e vós próprios.
O beijo é um dos gestos que a pessoa tem à sua disposição para mostrar ao outro o seu amor.
«O que é um beijo?Um juramento expressoentre um sim e outro sim.Um pacto… mais íntimo.É uma metaque os dois juntos…Um princípio.Um murmúrio nos lábios para que os ouvidos escutem.
A emoção do mel de uma abelha que arruma a casa».
de «Cyrano de Bergerac»

AJUDEM-ME!

«E se eu não souber beijar? O que pensará de mim, se vir que sou incapaz? E se os meus oais vierem a saber?» É a preocupação de muitos adolescentes que têm de enfrentar a primeira experiência sentimental.
Mas estaremos, realmente, convencidos de que se trata unicamente de conhecer uma técnica ou de saber como fazer para que tudo corra bem?
Acreditamos deveras que é assim tão importante ser-se inesperadamente capaz de beijar? Ou não se quer também, por isso, o tempo necessário para aprender, como acontece com todas as coisas importantes da vida?

EM CADA BEIJO FALO-TE DE MIM

Tiremos da cabeça tudo o que contam certos jornais, certos amigos, certos programas da TV.
Não há nenhuma técnica do beijo. Cada história de amor é única. No mundo da afectividade não existe nenhum comportamento-modelo.
Ser normal significa ser original, significa exprimir-se a si mesmo sem se preocupar com macaquear ninguém. Se o beijo se transformar numa imitação ou só numa experiência nova para se poder orgulhar dela, perderá a sua característica mais bela, que é a de dar e de receber amor.

OS BEIJOS DADOS MAL

Mas como é? Também existem beijos que são mal dados? Sim, são os beijos que não contêm nada. Os que se dão para passar o tempo ou para brincar aos adultos. Os beijos dados para esquecer a solidão, em busca de ternura, por curiosidade! Lábios mais lábios nem sempre são igual a Amor. Sobretudo quando se é jovem; pois corre-se o perigo de confundir a ginástica dos lábios com o Amor que é algo de muito profundo. Infelizmente, é fácil deixar-se levar pelo momento. Mas nunca me deverei esquecer de que, com um beijo, me transmito a mim mesmo ao outro com tudo o que sinto dentro de mim. Mas, se não sentir nada, se estiver vazio, não transmitirei absolutamente nada.
O amor é uma dinâmica; quanto mais os gesto forem importantes, mais exigirão outros gestos cada vez mais comprometedores.
Não é fácil voltar para trás.

O QUE FAZER?

Fica tranquilo. O amor guiar-te-á, passo a passo. Embora tenhas o coração ao pé da boca, o instinto guiar-te-á espontaneamente.
Mas, atenção! Também és dotado de inteligência, de vontade e de outra característica fundamental que é o respeito por ti e pela pessoa amada. Sobretudo esta última qualidade que, se for bem cultivada, dará equilíbrio e beleza a cada beijo. Finalmente, para viver plenamente este gesto, experimenta descobrir o valor da expectativa. Esperar e desejar um beijo, mesmo durante muito tempo, dar-lhe-á um «sabor» único. E isto vale mais do que mil técnicas!

Partilhe

Facebook
WhatsApp

Mais recursos

Todas
Recursos 502
Oração 174
Músicas 0
Técnicas e Dinâmicas 31
Avaliar-me-catequista-crente
Avaliar-me como catequista e como crente!
Partilhamos um esquema de avaliação e desempenho para catequistas. Não pretende fazer acusações nem premiar...
Pentecostes-1
Pentecostes ou as línguas de fogo
O livro "Da mão para o coração - 5 minutos de criatividade para a Bíblia" sugere uma atividade para se...
6 dicas Tempo Pascal
Seis ideias para dinamizar o Tempo Pascal

Há diversas formas de convidar a comunidade a celebrar a Páscoa.

Dia do Pai
Dia do pai - celebração familiar
Este dia celebra-se no dia 19 de março, porque é o dia de S.José. Sugerimos esta breve celebração antes...
5 dicas para a Quaresma
5 dicas para dinamizar a Quaresma
Neste artigo, damos-te cinco dicas para dinamizares a Quaresma, envolvendo as crianças e famílias da...
Dramatização do Evangelho
Dramatização do Evangelho
A dramatização é uma das linguagens possíveis para anunciar o Evangelho. No teatro, comunicamos com o...
Como lidar com fracasso catequese
Como lidar com o fracasso na catequese?

Às vezes, as coisas correm mal. Como reagir?

Festa da Gratidão
Festa da Gratidão - Encerramento do ano
Quando termina um ano de atividades, é oportuno que a comunidade se reúna para agradecer. A este momento...