Beijar-se em público

Bom gosto, mau gosto, escândalo, ternura...

Quais são os sentimentos que o beijo em público suscita nas mentes de quem observa, de quem vê, mesmo sem querer?Vamos falar disso. Ao ler, talvez descubrais que aquilo que intuís no vosso coração é realmente verdade!

O BEIJO

O que é? Mas já sabeis alguma coisa disso! Antes de mais, é um gesto carregado de significado, graças ao qual, os dois apaixonados vivem um momento de ternura, de contacto romântico e, ao mesmo tempo, simples.
Beijar-se é natural, é belo e espontâneo, mas é um gosto que deve fazer-se com seriedade. Para se ser sério é preciso vestir casaco e gravata e com o amor não se brinca, vive-se.
Fazer o pedido em papel selado. Basta respeitar o outro e amá-lo. O beijo «sério» pode ser aquele que se dá no fim de um exercício, à noite, logo ao chegar a casa, de manhã quando se encontram. Com o beijo dizemos: «Olá, gosto muito de ti, senti a tua falta, vemo-nos amanhã», conforme os casos e as necessidades.
Contudo, o beijo é uma «questão privada».
Em que sentido? No sentido de que envolve duas pessoas e somente essas duas. Não existe o beijo colectivo. E imaginai…

IMAGINAI…

…que estais no comboio e tendes diante de vós um casal que se beija. No compartimento há outras pessoas. Qual pensais que seria a sua reacção? E vós, que faríeis? Virar-vos-íeis indiferentes para outro lado, olharíeis de boca aberta para eles, ficaríeis aborrecidos, perturbados? Certamente, sentir-vos-íeis um pouco «constrangidos» e embaraçados, por estardes a assistir a uma cena. na aual não entrais, em que não há lugar para vós. E quanto mais tiverdes respeito pelos beijos e pelas efusões, em geral, tanto mais vos sentireis atrapalhados. Mas entendamo-nos: o beijo rápido, simples, trocado à pessoa, na paragem do autocarro, dá ternura e talvez, vos faça pensar: «Felizes deles!».
Pelo contrário o beijo mais empenhativo exige um certo clima, precisamente porque é um momento importante na vida de duas pessoas.
Não, o beijo em público não faz escândalo, mas pode causar embaraço a quem estiver próximo de vós. Deveis ter sempre isto em conta!

AS INTIMIDADES

Todos os dias, a televisão atira o espectador para a vida privada do actor e apanha-o em momentos de extrema intimidade. Esquece-se, contudo, de ensinar que o beijo tem um valor fundamental muito grande. Porque a intimidade deve ser sempre respeitada.
«Mas, no meu grupo, não dizem nada».
É verdade que ninguém to diz: porque não quer fazer a figura de palerma. Talvez mesmo assuma a tua defesa se alguém te censurar.
Mas, se realmente se sentisse livre para te dizer o que pensa e sente, preferiria que não beijasses em público. Mas sois, sobretudo, vós próprios que deveis compreender e mostar aos amigos e companheiros que beijar-se «em privado» é um sinal de respeito, para com os outros,
pelo vosso amor e pelo próprio beijo!

E SE…

E se tudo quanto lestes ainda não vos tiver convencido, se sois dos defensores acérrimos do beijo «quando me apetece», porque «faço o que quero», reflecti deste modo: antes de cada beijo dado na presença de amigos, professores, passantes e curiosos, perguntai a vós próprios: «Mas, neste momento, eles que têm a ver connosco, com a nossa história, com o nosso coração e com as nossas sensações?». São todos «passsantes», no sentido de que «passam», de que não podem parar e de que não podem deixar marca nenhuma no vosso beijo.
«Mas – estará já algum de vós a defender-se – , quando estamos juntos, é como se o mundo não existisse para nós. Só existimos nós…». Para vós o mundo já não existe. Mas para os outros, sim; é essa a diferença! A vida é também um sonho e o amor é um sonho ainda maior…, mas vive sobretudo de realidade. E no beijo convivem sonho, realidade e ternura. Tudo, em suma!

Partilhe

Facebook
WhatsApp

Mais recursos

Todas
Recursos 502
Oração 174
Músicas 0
Técnicas e Dinâmicas 31
Avaliar-me-catequista-crente
Avaliar-me como catequista e como crente!
Partilhamos um esquema de avaliação e desempenho para catequistas. Não pretende fazer acusações nem premiar...
Pentecostes-1
Pentecostes ou as línguas de fogo
O livro "Da mão para o coração - 5 minutos de criatividade para a Bíblia" sugere uma atividade para se...
6 dicas Tempo Pascal
Seis ideias para dinamizar o Tempo Pascal

Há diversas formas de convidar a comunidade a celebrar a Páscoa.

Dia do Pai
Dia do pai - celebração familiar
Este dia celebra-se no dia 19 de março, porque é o dia de S.José. Sugerimos esta breve celebração antes...
5 dicas para a Quaresma
5 dicas para dinamizar a Quaresma
Neste artigo, damos-te cinco dicas para dinamizares a Quaresma, envolvendo as crianças e famílias da...
Dramatização do Evangelho
Dramatização do Evangelho
A dramatização é uma das linguagens possíveis para anunciar o Evangelho. No teatro, comunicamos com o...
Como lidar com fracasso catequese
Como lidar com o fracasso na catequese?

Às vezes, as coisas correm mal. Como reagir?

Festa da Gratidão
Festa da Gratidão - Encerramento do ano
Quando termina um ano de atividades, é oportuno que a comunidade se reúna para agradecer. A este momento...