Homilia adolescentes: 14 setembro

Na festa da Santa Cruz.

O pedaço do Evangelho que escutámos é de S. João e tem um dos mais conhecidos versículos de toda a Bíblia: João 3, 16.

Num certo sentido, João faz um resumo de toda a vida de Jesus. Jesus prevê o modo da sua morte, em que Ele será levantado para que aqueles que acreditam n’Ele possam ter vida eterna.

Nós sabemos que na cruz Ele foi levantado para que todos O pudessem ver; e com a sua Morte e ressurreição Ele deu-nos vida eterna.

É por isso que a Igreja nos convida hoje a exaltar e louvar a cruz.

Através da cruz, Jesus mostra-nos amor incondicional e dá-nos uma nova visão do que é a vida. É através da morte, aparentemente a pior coisa que nos poderia acontecer, que somos conduzidos a uma vida nova e eterna.

A atitude de Jesus na cruz e a sua ressurreição mostram-nos que Ele tem mais poder que a morte e nós agradecemos-Lhe o dom de vida que Ele nos fez.

O esvaziamento de Jesus na cruz é o maior gesto de amor a que o mundo já assistiu. Vale a pena recordar aquilo porque Jesus passou física e emocionalmente na cruz. E, contudo, no meio dessa agonia, Ele não deixou de pensar em nós e manteve-se fiel à sua identidade de Filho amado pelo Pai.

Quando vimos à missa temos oportunidade de reflectir no dom total de Jesus na cruz. Todas as igrejas têm uma cruz e isso recorda-nos sempre a importância da oferta generosa que Jesus fez da sua vida em nosso favor.

A celebração da Eucaristia transporta-nos através do tempo para nos unir à entrega de Jesus.

O que levanta uma pergunta interessante: porque é que Jesus teve de morrer na cruz? Ele não nos poderia ter salvo de outra forma?

Jesus é Deus e poderia salvar-nos como quisesse mas porque é um Deus de amor Ele escolheu servir-nos, renunciando ao seu próprio bem-estar.

Nada poderia diminuir a fidelidade de Jesus à sua missão e o seu amor por nós. Nenhuma tortura ou opressão afastariam Jesus do seu amor por nós.

Jesus morreu porque dar a vida pelo outro é a forma mais alta de amor.

Isso não faz sentido para muita gente. Quando falamos em “amor” a maior parte das pessoas pensa num sentimento que faz a pessoa sentir-se bem. Essa mentalidade ensina-nos a usar as pessoas como se fossem objectos em função do nosso bem-estar. E por isso a maior parte das pessoas não sabe o que é o amor.

As relações transformam-se em agressões e as pessoas passam pela vida com um enorme vazio no coração porque não sabem que o verdadeiro amor passa pela entrega e pela oferta da vida.

Os sentimentos são importantes mas não são, ainda, amor. Amor é a decisão de te entregares, livremente, a outra pessoa, sem condições ou exigências.

Foi assim que Jesus viveu a sua vida: entregou-se totalmente a nós, aqueles que Ele amava, sem condições, totalmente. Até à morte.

Hoje há muitos cristãos que se sentem pouco à vontade com o tem Ada cruz. Mas uma Igreja sem a cruz é um insulto a Jesus e uma inutilidade. Para fugir à cruz a única hipótese é fugir ao amor.

 

Para dialogar:

 

1. O que acontece à mensagem de Jesus se a esvaziamos da cruz?

 

2. Como é que a cruz nos mostra o entendimento que Jesus faz do amor? Que outras definições de amor conheces? Como é que se comparam com a definição de Jesus?

 

 

 

Partilhe

Facebook
WhatsApp

Mais recursos

Todas
Recursos 502
Oração 174
Músicas 0
Técnicas e Dinâmicas 31
Avaliar-me-catequista-crente
Avaliar-me como catequista e como crente!
Partilhamos um esquema de avaliação e desempenho para catequistas. Não pretende fazer acusações nem premiar...
Pentecostes-1
Pentecostes ou as línguas de fogo
O livro "Da mão para o coração - 5 minutos de criatividade para a Bíblia" sugere uma atividade para se...
6 dicas Tempo Pascal
Seis ideias para dinamizar o Tempo Pascal

Há diversas formas de convidar a comunidade a celebrar a Páscoa.

Dia do Pai
Dia do pai - celebração familiar
Este dia celebra-se no dia 19 de março, porque é o dia de S.José. Sugerimos esta breve celebração antes...
5 dicas para a Quaresma
5 dicas para dinamizar a Quaresma
Neste artigo, damos-te cinco dicas para dinamizares a Quaresma, envolvendo as crianças e famílias da...
Dramatização do Evangelho
Dramatização do Evangelho
A dramatização é uma das linguagens possíveis para anunciar o Evangelho. No teatro, comunicamos com o...
Como lidar com fracasso catequese
Como lidar com o fracasso na catequese?

Às vezes, as coisas correm mal. Como reagir?

Festa da Gratidão
Festa da Gratidão - Encerramento do ano
Quando termina um ano de atividades, é oportuno que a comunidade se reúna para agradecer. A este momento...