Para o mês de Maio 26

Maria, um caminho de Fé

Saudação Inicial:

Presidente: Em nome do Pai e do Filho e do
Espírito Santo.

Assembleia: Ámen.

Presidente: A graça de Jesus Filho de Deus e de Maria esteja sempre
connosco.

Assembleia: Bendito seja Deus que nos reuniu no
amor de Cristo.

 

Admonição
inicial

 

Maria pronunciou a
sua aceitação na fé: “Faça-se em mim segundo a Tua palavra”, o que tornou
possível a concessão do desejo de Seu Filho. Na fé confiou-se totalmente a
Deus, sem reserva e “devotou-se totalmente como serva do Senhor à pessoa e obra
de Seu Filho”. E, como ensinam os Padres da Igreja, Ela concebeu esse Filho em
sua mente antes de concebê-lo em seu ventre: precisamente na fé. Exactamente
por isso Isabel louva Maria: “Bem-aventurada aquela que acreditou em tudo o que
Lhe foi dito da parte do Senhor”.

<<A prova de fé
passa pela prova do amor que consiste em entregar a vida por aqueles que
amamos. Assim, Maria entra com Jesus no coração do Pai Misericordioso que amou
tanto o mundo que lhe deu o seu Filho único para salvá-lo. Pois Maria, junto
com o Pai, entregou seu Filho para a salvação do mundo.

<<Assim como Maria,
devemos deixar que o Espírito Santo nos ajude a ser amigos íntimos de Cristo.
Como Maria, não devemos ter medo de trazer o Cristo ao mundo em tudo o que
fazemos – no casamento, na vida de solteiro, no estudo, no trabalho, na profissão.
Através de nós, Cristo quer ir a muitos lugares e entrar em muitos corações.
 

 

Recitação do Terço

Mistérios gozosos

 

1º Mistério – A Anunciação do anjo à Virgem Maria (Lc 1,26-38)

 

Maria disse
"sim"
a Deus e levou este "sim" às últimas consequências: “Eis
aqui a serva do Senhor, faça-se em Mim segunda a Tua Palavra" (Lc1,38).

Firme e radical
deve ser também a nossa fé em Deus
. Contemplámos o mistério da
Anunciação, um dos mais importantes da nossa Fé!

Com o seu "sim", Maria ensina-nos que o primeiro passo do
nosso encontro com Deus é deixarmos Ele agir livremente em nós.

A exemplo de
Maria, digamos, todos nós um “sim” generoso a Deus e à humanidade!

 

2º. MistérioA visita de Maria
a sua prima Isabel
(Lc 1,39-45)

 

Maria é “aquela
que está a caminho”, isto é, a caminho da prática da fé, a caminho da salvação
eterna e definitiva. Da fé e da esperança nasce o amor para com o próximo.
Toda a existência humana tem seu valor pela qualidade deste amor.

Até ao momento da
anunciação Maria vivia voltada para Deus, no seu silêncio e na sua vida de
oração. Mas, logo em segui­da, ela descobre que não é apenas desti­natária de
tão grande graça de Deus, ela é agora portadora dessa graça. Ela vai ao
encontro de Isabel, com a alma em festa, levando o menino Jesus em seu seio.

Aprendamos de
Maria a entrar nos caminhos de Deus, por isso, precisamos estar disponíveis.
Acolher a vontade de Deus, significa estar prontos para servir o irmão e em
especial o mais abandonado. Abrir-se para Deus é necessariamente abrir-se para
o irmão.

 

3º Mistério O nascimento de Jesus em Belém (Lc 2,1-7)

 

O nascimento de Jesus é motivo que faz irradiar uma «grande alegria”. No
seu tempo, Jesus era muito esperado. Quando nasceu, ninguém O reconheceu.
Nasceu despojado de todo poder e glórias. Mas Jesus veio fazer a vontade do Pai
e por isso não levou em conta os critérios dos homens. A Sua maior pobreza foi
tornar-se homem, apesar de ser Deus. Não veio para mandar, mas para servir!

 

4º. Mistério  A
Apresentação de Jesus no Templo (Lc
2,22-35)

 

Maria vive a alegria do seu “sim” a Deus para ser Mãe do Salvador e, ao
mesmo tempo, ouve as consequências desse “sim” pela boca do velho Simeão: “uma
espada de dor há-de trespassar o teu coração”

O que Simeão disse sobre o futuro da vida de Jesus e de Maria é o
anúncio do preço de nossa redenção e salvação.

 

5º. Mistério O Menino Perdido e
Encontrado no Templo (Lc 2,41-51)

“Ficou o menino Jesus em Jerusalém, sem que
seus pais o percebessem. … Três dias depois O acharam no templo"

A Igreja convida-nos a descobrirmos, cada vez mais, que amar a Cristo é
saber ouvir e seguir a vontade de Deus. Encontrar-se com Jesus, com os irmãos e
sermos Igreja, é viver cada vez mais o que Cristo nos ensinou: procurai em tudo
fazer a vontade do Pai.

 

 

P- Três Ave Marias a Nossa Senhora para que as
famílias cresçam como Maria no caminho da fé.

Ave
Maria…

P- Salve Rainha…

 

 

EVANGELHO – (Mc 10, 17-27)

 

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo
segundo São Marcos

 

Quando Jesus
se pôs de novo a caminho, alguém veio correndo, ajoelhou-se diante dele e
perguntou: “Bom Mestre, o que devo fazer para ganhar a vida eterna?” Jesus
respondeu-lhe: “Por que me chamas de bom? Ninguém é bom a não ser Deus!
Conheces os mandamentos: Não matarás, não cometerás adultério, não furtarás,
não darás testemunho falso,
não prejudicarás ninguém, honra pai e mãe
. Ele disse: “Mestre, tudo isso eu tenho observado desde a minha
juventude”. Jesus olhou para ele com amor e disse: “Só te falta uma coisa: vai,
vende tudo o que tens, dá o dinheiro aos pobres e terás um tesouro no céu;
depois vem e segue-me”. Mas ao ouvir isso, ele ficou triste e foi embora
abatido, porque possuía muitos bens. Jesus olhou em volta e disse aos
discípulos: “Como será difícil para os que têm riquezas entrar no reino de
Deus”. Os discípulos se espantaram com estas palavras. Jesus, porém, insistiu:
“Meus filhos, como é difícil entrar no reino de Deus! É mais fácil um camelo
passar pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar no reino de Deus”. Eles
ficaram ainda mais espantados e se perguntavam: “Então, quem pode salvar-se?”
Jesus olhou para eles e disse: “Para os seres humanos isso é impossível, mas
não para Deus; pois para Deus tudo é possível”.

 

Palavra
da Salvação.

 

 

Preces

 

P. Proclamemos a
grandeza de Deus Pai, Todo-poderoso! Ele quis que Maria, Mãe de seu Filho,
fosse celebrada por todas as gerações. Peçamos humildemente:

Rogai por nós, Santa Mãe de Deus

 

1 – Qualquer criança que nasce seja acolhida em
grande alegria. Que os pais acreditem que Deus chamou os seus filhos à existência
por amor e os chama ao amor. Que saibam viver progressivamente com seus filhos
esta vocação originária de encontro e de comunhão com Deus. Oremos.

 

2 – Que, à semelhança da família de Nazaré, as
famílias continuem a obra de Deus, na educação e transmissão dos verdadeiros
valores. Oremos.

 

3 – Rogamos, a fim que, também nós, saibamos
dizer o nosso “Sim” ao Pai, em qualquer momento que nos pedir. Que Maria nos
ajude a sermos humildes e obedientes à vontade de Deus.
Oremos.

 

 

Oração conclusiva

 

P. Deus de bondade e fonte de vida, escutai a nossa
oração que fazemos por Maria, a mulher e mãe solícita e atenta à vida, mesmo
nos momentos mais difíceis. Dai-nos a graça de sabermos respeitar este dom
maravilhoso. PNSJC

 

 

P- O Senhor nos abençoe, nos livre de todo o
mal e nos conduza à vida eterna.

A Ámen.

P- Bendigamos ao Senhor.

A- Graças a Deus.

Partilhe

Facebook
WhatsApp

Mais recursos

Todas
Recursos 502
Oração 174
Músicas 0
Técnicas e Dinâmicas 31
Avaliar-me-catequista-crente
Avaliar-me como catequista e como crente!
Partilhamos um esquema de avaliação e desempenho para catequistas. Não pretende fazer acusações nem premiar...
Pentecostes-1
Pentecostes ou as línguas de fogo
O livro "Da mão para o coração - 5 minutos de criatividade para a Bíblia" sugere uma atividade para se...
6 dicas Tempo Pascal
Seis ideias para dinamizar o Tempo Pascal

Há diversas formas de convidar a comunidade a celebrar a Páscoa.

Dia do Pai
Dia do pai - celebração familiar
Este dia celebra-se no dia 19 de março, porque é o dia de S.José. Sugerimos esta breve celebração antes...
5 dicas para a Quaresma
5 dicas para dinamizar a Quaresma
Neste artigo, damos-te cinco dicas para dinamizares a Quaresma, envolvendo as crianças e famílias da...
Dramatização do Evangelho
Dramatização do Evangelho
A dramatização é uma das linguagens possíveis para anunciar o Evangelho. No teatro, comunicamos com o...
Como lidar com fracasso catequese
Como lidar com o fracasso na catequese?

Às vezes, as coisas correm mal. Como reagir?

Festa da Gratidão
Festa da Gratidão - Encerramento do ano
Quando termina um ano de atividades, é oportuno que a comunidade se reúna para agradecer. A este momento...