Para o mês de Maio 29

Maria, Mulher orante

Saudação Inicial:

Presidente: Em nome do Pai e do Filho e do
Espírito Santo.

Assembleia: Ámen.

Presidente: A graça de Jesus Filho de Deus e de Maria esteja sempre
connosco.

Assembleia: Bendito seja Deus que nos reuniu no
amor de Cristo.

 

 

Admonição
inicial

 

Maria, mulher orante,
ensina-nos em cada novo dia a amar! A Virgem Maria sempre foi considerada não
só orante mas mestre da oração. Na sua «escola» de silêncio e contemplação
aprende-se a entrar em comunhão com Deus.

A oração de Maria é percebida
na sua vida, no seu silêncio e, principalmente, no facto de acompanhar Jesus em
todos os momentos da Sua vida, de Belém ao calvário, e ainda depois, como no
Cenáculo.

Poderíamos colocar em evidência
a dinâmica do olhar de Maria, que faz brotar a sua oração contemplativa: Ela
olha o presente, o passado e o futuro.

Sempre que rezamos precisamos
de saber dizer como Maria: “Faça-se em Mim segundo a Tua palavra”.

 

 

Recitação
do Terço

Mistérios
Luminosos

 


Mistério – Baptismo de Jesus no rio Jordão

 

Pelo
Baptismo, somos chamados a formar comunidade. O exemplo de Cristo, mais uma
vez, nos incita a isto. A Sua eterna “comunidade” realiza-se com o Pai e o
Espírito Santo, na Trindade. Depois da Encarnação, formou com Maria e José a
Sagrada Família, modelo de todas as demais famílias.

Maria,
mulher orante, ajuda-nos a rezar mais e melhor.

 

2º Mistério – Auto-revelação de Jesus nas Bodas de
Caná

 

O
pedido de Maria: «Fazei o que Ele vos disser», conserva um seu valor sempre
actual para os cristãos de todas as épocas, e é destinado a renovar o seu
efeito maravilhoso na vida de cada um. Ela exorta a uma confiança sem
hesitação, sobretudo quando não se compreendem o sentido e a utilidade de
quanto Cristo pede.

O episódio
das bodas de Caná anima-nos a ser corajosos na fé e a experimentar na nossa
existência a verdade da palavra evangélica: «Pedi e vos será dado».

Maria,
mulher orante, faz-nos rezar como tu.

 

3º Mistério – O Anúncio e a chamada à
conversão

 

O dinamismo do
Reino exige mudança radical na orientação de vida. Em Jesus, Deus entrega-Se
totalmente para transformação das injustiças. Por isso, não é tempo de espera,
mas de acção, aceitando empenharmo-nos com Ele.

Com Maria, tudo podemos obter do
Filho, Jesus. Ajudados por Maria, não hesitaremos em dedicar-nos com
generosidade à difusão do anúncio evangélico até aos confins da terra.

Maria, mulher orante, ensina-nos
a arte de rezar mais e melhor.

 

4º Mistério – Transfiguração de Jesus

 

A glória da Divindade reluz no
rosto de Cristo, enquanto o Pai O acredita aos apóstolos extasiados para que O
“escutem”.

Compartilhemos com Maria,
escutando como os apóstolos e resolvidos a viver com Jesus, o doloroso momento
da Paixão, chegando à glória da Ressurreição prometida e a uma vida
transfigurada pelo Espírito Santo.

Maria, mulher orante, reza
connosco e ajuda-nos a alcançar o dom do Espírito.

 

5º Mistério – Instituição da Eucaristia

 

Maria é mulher eucarística na totalidade de sua vida.
A Igreja, vendo em Maria o seu modelo, é chamada a imitá-la também na sua
relação com este mistério santíssimo. Maria praticou a sua fé eucarística ainda
antes de ser intuída a Eucaristia, quando ofereceu seu ventre virginal para a
encarnação do Verbo de Deus.

Devemos redescobrir, na escola de Maria, a mulher
eucarística, em toda a sua riqueza e a sua relação íntima entre a Igreja e a
Eucaristia. Ela apresenta-se como Mãe e modelo da Igreja que nos pode guiar
para o Santíssimo Sacramento, justamente porque tem uma profunda ligação com
ele.

Maria, mulher orante, dá-nos a graça de te podermos
imitar.

 

 

P- Três Ave Marias a Nossa Senhora para que
ensine as famílias a serem cada vez mais pequenas igrejas domésticas, onde se
cultiva o valor da oração.

Ave
Maria…

P- Salve Rainha…

 

 

EVANGELHO – (Mc 10, 46-52)

 

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo
segundo São Marcos

 

Chegaram a
Jericó. Quando Jesus saía de Jericó com os discípulos e numerosa multidão, um
cego estava sentado à beira do caminho pedindo esmolas. Era Bartimeu, o filho
de Timeu. Ao saber que era Jesus de Nazaré, começou a gritar: “Jesus, filho de
Davi, tem piedade de mim!” Muitos o repreendiam para que se calasse mas ele
gritava ainda mais alto: “Jesus, filho de Davi, tem piedade de mim!”. Jesus parou e disse: “Chamai-o!”Eles
chamaram o cego, dizendo-lhe: “Coragem! Levanta-te que ele te chama”. Jogando
para o lado o manto, levantou-se de um pulo e foi até Jesus. Tomando a palavra,
Jesus lhe perguntou: “O que queres que te faça?” O cego respondeu: “Mestre, eu
quero ver de novo!”. E Jesus lhe disse: “Vai, tua fé te curou!”. No mesmo
instante ele começou a ver de novo e se pôs a segui-lo pelo caminho.

 

Palavra da Salvação

 

 

 

 

Preces

 

P. Irmãos, recebemos a vida como o dom supremo que
Deus nos dá. Maria é a escolhida para dar à luz o Filho de Deus, o Salvador. Em
íntima união com Maria, Mestre da oração, digamos:

Maria,
ensina-nos a rezar.

 

1 – Rezemos com Maria para que ajude as
nossas famílias a encontrar Jesus na oração e nos sacramentos, para que sejam
fortes para viver os momentos duros da vida com fé e esperança.

 

2 – Rezemos com Maria que dê aos jovens a
graça da conversão da vida a cada dia para que sejam cristãos de verdade.

 

3 – Rezemos com Maria pelos doentes e
marginalizados que sofrem com a falta de carinho e gerenosidade da nossa parte.

 

4 – Rezemos com Maria por todos os
sacerdotes, leigos, consagrados e religiosos para que sejam presenças vivas do
Bom Pastor.

 

5 – Rezemos com Maria pela paz no mundo e
pela união de todos os povos.

 

 

 

Oração conclusiva

 

P. Senhor Deus, que nos destes a Mãe do vosso Filho
como nossa Mãe, concedei, vos pedimos, que, seguindo os seus ensinamentos
trabalhemos generosamente pela renovação do mundo e pela dilatação do reino de
Cristo. Por Jesus Cristo Nosso Senhor, na unidade do Espírito Santo.

 

 

P- O Senhor nos abençoe, nos livre de todo o
mal e nos conduza à vida eterna.

A Ámen.

P- Bendigamos ao Senhor.

A- Graças a Deus.

 

Partilhe

Facebook
WhatsApp

Mais recursos

Todas
Recursos 502
Oração 174
Músicas 0
Técnicas e Dinâmicas 31
Avaliar-me-catequista-crente
Avaliar-me como catequista e como crente!
Partilhamos um esquema de avaliação e desempenho para catequistas. Não pretende fazer acusações nem premiar...
Pentecostes-1
Pentecostes ou as línguas de fogo
O livro "Da mão para o coração - 5 minutos de criatividade para a Bíblia" sugere uma atividade para se...
6 dicas Tempo Pascal
Seis ideias para dinamizar o Tempo Pascal

Há diversas formas de convidar a comunidade a celebrar a Páscoa.

Dia do Pai
Dia do pai - celebração familiar
Este dia celebra-se no dia 19 de março, porque é o dia de S.José. Sugerimos esta breve celebração antes...
5 dicas para a Quaresma
5 dicas para dinamizar a Quaresma
Neste artigo, damos-te cinco dicas para dinamizares a Quaresma, envolvendo as crianças e famílias da...
Dramatização do Evangelho
Dramatização do Evangelho
A dramatização é uma das linguagens possíveis para anunciar o Evangelho. No teatro, comunicamos com o...
Como lidar com fracasso catequese
Como lidar com o fracasso na catequese?

Às vezes, as coisas correm mal. Como reagir?

Festa da Gratidão
Festa da Gratidão - Encerramento do ano
Quando termina um ano de atividades, é oportuno que a comunidade se reúna para agradecer. A este momento...