Para o mês de Maria 15

Maria, vocação comprometida na vivência da Fé

Saudação Inicial:

Presidente: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

Assembleia: Ámen.

Presidente:A graça de Jesus Filho de Deus e de Maria esteja sempre connosco.

Assembleia: Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

 

Admonição Inicial:

 

É surpreendente o modo de agir de Deus! Vale-se de pessoas simples para realizar seus misteriosos planos. Todo o povo de Deus esperava pela vinda do Messias. E qual a mulher que não gostaria de ser sua mãe? A escolhida foi uma jovem desconhecida, de uma cidade e região sem importância: é Maria de Nazaré na região da Galileia. Ela será a mãe do Salvador, do Libertador, a mãe do filho de Deus. A Bíblia não fala muito sobre Maria, mas diz-nos tudo o que devemos saber. É uma virgem de Nazaré. Solicitada por Deus, ela dispôs-se inteiramente: “Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo tua palavra!”. Ela deu o seu Sim. Sem conhecer todo o caminho de devia percorrer, sabia entretanto que Deus merece toda confiança. E entregou-se em Suas mãos. E foi fiel até o fim. Em Nazaré foi um Sim alegre; aos pés da cruz, um Sim na dor. Mas um Sim inteiramente comprometido, dado com o amor mais generoso. Ela permanece firme na incompreensão, na perseguição, na incerteza, na dor. Maria esteve presente nas Bodas de Caná, solícita e atenta, dando ocasião ao primeiro milagre de Jesus, e convidando-nos a fazer tudo o que ele nos disser. Esteve presente na vida pública de Jesus, deixando-se evangelizar por seu ministério. Esteve com os apóstolos no cenáculo, orando na espera do Pentecostes. E continua presente até hoje na vida dos cristãos que a aceitam.

 

 

Recitação do Terço

MISTÉRIOS LUMINOSOS

 

1º MISTÉRIO – BAPTISMO DE JESUS NO RIO JORDÃO

 

No Baptismo, Jesus aparece inundado pela luz do Pai e do Espírito Santo, que nos revelam a sua origem grandiosa e o grande amor que o Pai tem por Ele.

Nós também somos chamados a ser sinais do amor de Deus e testemunhar a fé que recebemos no baptismo.

 

2º MISTÉRIO – REVELAÇÃO DE JESUS NAS BODAS DE CANÁ

 

Nas bodas de Caná Jesus mudando a água em vinho abre o coração dos seus discípulos à fé, graças à intervenção de sua Mãe, iluminando-os interiormente.

Pedimos por todos os casais que escolheram Deus como centro do seu lar.

 

3º MISTÉRIO – ANÚNCIO DO REINO DE DEUS E CONVITE À CONVERSÃO

 

Jesus convida à conversão, perdoando os pecados a quem d’ele se aproxima com humilde confiança.

Rezemos por todas as famílias para que o Senhor as converte continuamente a uma vida de penitência e santidade.

 

4º MISTÉRIO – A TRNSFIGURAÇÃO DE JESUS NO MONTE TABOR

 

A Transfiguração é mistério da luz por excelência, porque Jesus transfigura-se, tornando o seu rosto brilhante com a luz.

Cada cristão é chamado a reflectir o rosto de Cristo e isto só é possível quando estamos em união profunda com Deus em comunhão com os irmãos.

 

5º MISTÉRIO – A INSTITUIÇÃO DA EUCARISTIA

 

Ao Instituir a Eucaristia, Jesus faz-se alimento com o seu corpo e o seu sangue, sob as espécies do pão e do vinho. É o sinal do seu «amor até ao fim», pela salvação da humanidade.

Pedimos por intercessão de Maria que a participação na Eucaristia seja frequente e com fé.

 

 

P- Três Ave Marias a Nossa Senhora para que como Ela as famílias saibam desempenhar a sua missão educativa na transmissão da fé aos seus filhos.

Ave Maria…

P- Salve Rainha…

 

Evangelho   (Mc 8, 27-33)

 

Leitura do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Marcos

Naquele tempo,

Jesus partiu com os seus discípulos

para as povoações de Cesareia de Filipe.

No caminho, fez-lhes esta pergunta:

«Quem dizem os homens que Eu sou?»

Eles responderam: «Uns dizem João Baptista; outros, Elias;

e outros, um dos profetas».

Jesus então perguntou-lhes:

«E vós, quem dizeis que Eu sou?»

Pedro tomou a palavra e respondeu: «Tu és o Messias».

Ordenou-lhes então severamente

que não falassem d’Ele a ninguém.

Depois, começou a ensinar-lhes

que o Filho do homem tinha de sofrer muito,

de ser rejeitado pelos anciãos,

pelos sumos sacerdotes e pelos escribas;

de ser morto e ressuscitar três dias depois.

E Jesus dizia-lhes claramente estas coisas.

Então, Pedro tomou-O à parte e começou a contestá-l’O.

Mas Jesus, voltando-Se e olhando para os discípulos,

repreendeu Pedro, dizendo: «Vai-te, Satanás,

porque não compreendes as coisas de Deus,

mas só as dos homens».

 

Palavra da salvação.

 

Breve silêncio

 

 

 

Preces

P- Irmãs e irmãos, por intercessão da Virgem cheia de graça que Deus Pai quis que fosse a Mãe do seu Filho, digamos: Interceda por nós, a Virgem cheia de graça.

 

1. Para que a Igreja seja um só coração e uma só alma e persevere em oração com Maria, Mãe de Jesus. Oremos irmãos.

 

2. Para que as mães fomentem em seus lares o amor e a santidade da família de Nazaré. Oremos irmãos.

 

3. Para que Deus fortaleça a esperança dos que sofrem, como a Virgem junto à cruz. Oremos irmãos.

 

4. Para que todos aqueles que estão em perigo sintam a protecção da Mãe da Misericórdia. Oremos irmãos.

 

5. Para que todos os discípulos de Cristo se alegrem por terem Maria como Mãe. Oremos irmãos.

 

 

Oração conclusiva

 

P. Deus fonte de toda alegria, e nossa salvação fazei que as famílias do nosso tempo saibam desempenhar conscientemente a sua tarefa de primeiros formadores e transmissores da fé aos seus filhos. Como Maria, a Mãe providente, fazei-nos atentos não só às necessidades físicas dos outros mas também às suas necessidades espirituais. PNSJC

 

P- O Senhor nos abençoe, nos livre de todo o mal e nos conduza à vida eterna.

A Ámen.

P- Bendigamos ao Senhor.

A- Graças a Deus.

 

Partilhe

Facebook
WhatsApp

Mais recursos

Todas
Recursos 502
Oração 174
Músicas 0
Técnicas e Dinâmicas 31
Avaliar-me-catequista-crente
Avaliar-me como catequista e como crente!
Partilhamos um esquema de avaliação e desempenho para catequistas. Não pretende fazer acusações nem premiar...
Pentecostes-1
Pentecostes ou as línguas de fogo
O livro "Da mão para o coração - 5 minutos de criatividade para a Bíblia" sugere uma atividade para se...
6 dicas Tempo Pascal
Seis ideias para dinamizar o Tempo Pascal

Há diversas formas de convidar a comunidade a celebrar a Páscoa.

Dia do Pai
Dia do pai - celebração familiar
Este dia celebra-se no dia 19 de março, porque é o dia de S.José. Sugerimos esta breve celebração antes...
5 dicas para a Quaresma
5 dicas para dinamizar a Quaresma
Neste artigo, damos-te cinco dicas para dinamizares a Quaresma, envolvendo as crianças e famílias da...
Dramatização do Evangelho
Dramatização do Evangelho
A dramatização é uma das linguagens possíveis para anunciar o Evangelho. No teatro, comunicamos com o...
Como lidar com fracasso catequese
Como lidar com o fracasso na catequese?

Às vezes, as coisas correm mal. Como reagir?

Festa da Gratidão
Festa da Gratidão - Encerramento do ano
Quando termina um ano de atividades, é oportuno que a comunidade se reúna para agradecer. A este momento...