24 de maio – Dia de Nª Srª Auxiliadora

A família salesiana venera Maria com o título de Auxiliadora dos Cristãos, tal como fez Dom Bosco. Era desejo do fundador dos salesianos divulgar a devoção à mãe de Jesus que, segundo as suas palavras foi "Quem tudo fez".

 

{tab=O título de Auxiliadora}

Em 1500, no santuário de Loreto (Itália) já se recitava uma ladainha onde se atribuía a Nossa Senhora o título de Auxiliadora dos Cristãos.

Em 1751, os turcos inimigos da Igreja católica ameaçavam invadir a Europa e impor a religião de Maomé. S. Pio V, para defender o cristianismo, organizou uma poderosa esquadra que avançou pelas águias do Mediterrâneo. Os dois exércitos lutaram entre si na batalha naval de Lepanto. Os muçulmanos foram vencidos e toda a cristandade rejubilou em acção de graças. O Papa viu nesta vitória uma graça concedida por intercessão de Nossa Senhora.

Em 1683, a cidade de Viena foi cercada pelos turcos. Eram uma grave ameaça para a fé. O povo cristão invocou o auxílio de Nossa Senhora e o exército saiu vitorioso. Em memória deste triunfo, foi fundada na Baviera uma Confraria em honra de Nossa Senhora Auxiliadora. Teve muito sucesso na divulgação deste título mariano e foi aprovada pelo papa Inocêncio XI. A cidade de Munique ainda hoje presta um culto especial a Nossa Senhora.

Em 1809, num tempo muito agitado da história da europa, o imperador Napoleão I de França, que se queria apoderar dos estados pontifícios, sequestrou o Papa Pio VII, mantendo-o no exílio. O papa implorou o auxílio de Maria e convidou o povo cristão a unir-se a ele. A força da oração fez com que o imperador permitisse que ele regressasse livre a Roma. A sua libertação aconteceu a 24 de maio de 1814. Como reconhecimento, o Papa instituiu a festa de Nossa Senhora Auxiliadora a celebrar precisamenente nesse dia.

{slider=A presença de Maria na vida de S.João Bosco}

Sonho dos 9 anos

Aos 9 anos, João Bosco teve um sonho que marcou a sua vida de pai e mestre da juventude. Viu muitos rapazes violentos e a dizer palavrões. Foi com eles e, aos berros e murros, procurava fazê-los calar. Nesse momento, apareceu um personagem de rosto luminoso que lhe disse:

– João, não é com murros mas sim com mansidão e a caridade que deverás fazer deles teus amigos. Vai ter com eles e fala-lhes da beleza da virtude.

Joãozinho respondeu que era pobre e ignorante e perguntou-lhe:

– Quem é você que me manda fazer coisas impossíveis?

O personagem respondeu:

– Eu sou o Filho daquela a quem a tua mãe ensinou a saudar três vezes ao dia. Ela será a tua mestra.

Nesse momento, viu junto dele uma senhora vestida de sol, que o tomou pela mão e lhe disse:

– Olha à tua volta.

Ele olhou e viu que, em vez dos rapazes, estavam agora animais ferozes que depois se tornaram mansos cordeirinhos a brincar. A senhora disse-lhe:

– O que aconteceu a estes animais irás tu fazê-lo com jovens. Torna-te humilde, forte e robusto.

Joãozinho continuava confundido. Então a senhora pôs-lhe a mão na cabeça e disse-lhe:

– A seu tempo tudo compreenderás.

Encontro com Bartolomeu Garelli

No dia 8 de dezembro de 1841, festa da Imaculada Conceição, D.Bosco foi à Igreja de S. Francisco de Assis (Turim) para celebrar a missa. Na sacristia encontrava-se um jovem pobre e cheio de frio. O sacristão espantou-o e D.Bosco repreendeu-o:

– Vai chamá-lo. Ele é meu amigo.

Terminada a celebração, seguiu-se um diálogo cordial.

– Sabes assobiar? – perguntou D.Bosco

Bartolomeu Garelii sorriu. Estava ganha a sua confiança. Dom Bosco prontificou-se para ser seu catequista e, ajoelhando-se os dois, o jovem recitou uma Ave Maria. Iniciava assim a sua obra sob a protecção de Nossa Senhora.

{/slider}

{slider=Foi Ela quem tudo fez}

Qundo chegou ao fim dos seus dias, João Bosco, observando como as obras salesianas tinham crescido tanto, apontava para Maria Auxiliadora e dizia: “Foi Ela quem tudo fez”. E recomendou insistentemente a devoção filial a Nossa Senhora. Eis algumas das suas palavras:

“Maria é a nossa guia, a nossa mestra, a nossa mãe.”

{/slider}

{slider=ADMA}

Em 1869, Dom Bosco fundou a Associação de Maria Auxiliadora, cuja finalidade era a de divulgar a devoção a Maria e a adoração ao Santíssimo Sacramento. Actualmente ainda existe com a sigla de ADMA: Associação de Maria Auxiliadora.

{/slider}

Partilhe

Facebook
WhatsApp

Relacionados

Rui Alberto Ecclesia
Pe. Rui Alberto apresenta Novo Itinerário da Catequese no programa da RTP 2 “A Fé dos Homens”
O Diretor Editorial da Salesianos Editora esteve no programa Ecclesia, transmitido na RTP 2, a apresentar...
Noticia Webinar Emaus Salesianos Editora
Viver os Sacramentos: novos materiais catequéticos para a adolescência
A Salesianos Editora promoveu um webinar para apresentar os novos materiais catequéticos para o 7º ano...
guia Nos passos de Jesus 1 ano
Ligações. Itinerário de Educação à Fé
Ligações. Itinerário de Educação à Fé Um projeto de catequese inovador para conhecer, celebrar e viver...
Vertical+Horizontal - Evangelho meditado

Ligações lança proposta de meditação do Evangelho, para jovens dos 15 aos 18 anos.

Últimas

Pesquisa