A morte morreu um dia…

A Morte morreu um dia, para experimentar a vida, e durante algum tempo sentiu-se descontraída e feliz, esquecida de si própria.

“Então isto é que é viver! Excelente!”, pensou; mas logo percebeu que aquela era afinal uma vida sem morte, e nesse preciso instante nasceu morta outra vez, descontraída e feliz, consciente de si própria.

Tu que és feliz e pensas que nada te acontece.
Tu que te esqueces dos outros porque tu é que és o mais importante.
Tu que vives a vida como uma merecida recompensa de nada.
Tu que viajas pelo mundo olhando os outros e dizendo “ainda bem que não sou como eles”.

Olha com atenção o cair de uma folha. Olha com atenção quão pouco ela dura em cima da arvore.
Durou pouco e fez tanto, porque o pouco tempo que viveu serviu a difundir a beleza e a alegrar quem a olhava.
Mas vê-a agora, cai e é levada pelo vento.
Assim serás tu, por isso aproveita a vida para seres melhor, sempre melhor do que és.
Difunde a beleza da vida pelo mundo porque é a beleza que salvará o mundo.
(Martin Bubber)

Partilhe

Facebook
WhatsApp

Relacionados

Noticia-Apresentacao-Rezar-com-Maria
Apresentação do livro "Rezar com Maria"
"Rezar com Maria", o 11º livro de Paulo Costa, pela Salesianos Editora, foi apresentado em Santa Maria...
NOTICIA-PEDROSA-FERREIRA
Faleceu Pe. Pedrosa Ferreira
Partiu para o Pai, a 22 de abril de 2024 um dos nomes incontornáveis da catequese, em Portugal. Salesiano...
Dia do Livro 2024 Noticia
Descontos - Dia Mundial do Livro 2024
O Dia Mundial do Livro celebra-se a 23 de abril. Associamo-nos a esta festa, com o lançamento de uma...
Rui Alberto Ecclesia
Pe. Rui Alberto apresenta Novo Itinerário da Catequese no programa da RTP 2 “A Fé dos Homens”
O Diretor Editorial da Salesianos Editora esteve no programa Ecclesia, transmitido na RTP 2, a apresentar...

Últimas

Pesquisa