Catequistas Fevereiro 2007

Aí está o número de Fevereiro da revista Catequistas.
Aqui fica o resumo dos conteúdos deste mês.

Uma espiritualidade saudável

Luís Rodrigues

A vida espiritual de um cristão adulto é o que permite uma vida com sentido, que lhe permite responder às questões fundamentais: quem sou?, de onde venho?, para onde vou?, para quê viver?

A espiritualidade permite a cada ser humano ver para além de si mesmo, é a capacidade de transcendência, de ter esperança, de abertura ao futuro e consciência da própria finitude.

Jerusalém, cidade santa

Sílvio Faria

Jerusalém é uma \”cidade santa\”, venerada por judeus, cristãos e muçulmanos por razões que em parte coincidem.
Mas, para os cristãos o seu papel na história da salvação, depende de Jesus.

Para os jovens que rezam

Tarcízio Morais – Anabela Silva

Quando os jovens crentes rezam, não o fazem segundo esquemas pré-estabelecidos.

Não dependem de momentos, lugares ou fórmulas para rezar.
Aceitando o convite que Bento XVI fez aos jovens em Colónia para fazerem a \”experiência vibrante da oração como diálogo com Deus, pelo qual sabemos que somos amados e o qual, por nossa vez, desejamos amar\”, eles vivem a oração como diálogo e encontro com Aquele que melhor \’nos\’ conhece, a quem falamos como a um amigo.
E como silêncio. Silêncio que permite concentrarem-se no que de mais profundo os habita: ocasião para um balanço, reflexão sobre os seus problemas, um encontro consigo mesmos, deixar cair as máscaras, agradecer…
E rezando em grupo, o silêncio não os assusta.

Um amor acolhedor

Rui Alberto

Há dinamismos educativos, maneiras de fazer, que promovem uma personalidade moralmente saudável.
Começamos com o amor acolhedor.

PALCO DE INFERIORIDADE

José A. Fernandes

Ao tomar as primeiras decisões na infância, cada um deu origem ao próprio mito, isto é, àquilo que hoje inconscientemente acredita que é.

Na medida em que pudermos de algum modo fazer o caminho inverso da formação dos mitos, mais nos aproximamos das decisões infantis que estiveram na sua origem.
As fábulas, os contos de fadas e as histórias infantis são ricas em pistas de análise do passado.
Escolha uma destas construções míticas de que goste.
A primeira opção que lhe vier à mente é a melhor.

Quaresma: a Igreja em estágio

Pablo Lima

Estamos na quaresma.
Para aqueles que se sentem mais de dentro na Igreja é um tempo forte, carregado de muitas emoções.
Tempo não fácil mas que dá origem a saltos de qualidade.
Entusiasmamo-nos com propostas criativas ao nível da paróquia mas quando as comunicamos aos pais… ficamos tristes com a sua ignorância e indiferença.

Mas é inútil lamentarmo-nos.
Porque não combinar uma reunião com os pais para os ajudar a descobrir a riqueza deste tempo?

Quaresma – Editorial

Dizem-me que Jesus veio ao deserto para rezar,
para enfrentar conflitos fortes,
para ir mais longe na compreensão
da sua identidade,
da sua missão,
para encontrar a presença de Deus.

Estes são os dias fortes.
Os dias do treino e da luta,
da mochila leve e do passo rápido.

Auto-estima: o que é isso?

Dossier

Não é narcisismo nem panaceia universal.
É apenas a capacidade de enfrentar positivamente os desafios que a vida traz.

Em contexto escolar e terapêutico tem-se descoberto que pessoas com boa auto-estima diante de um problema reagem de forma mais positiva do que outras com baixa auto-estima.

Também na catequese é um conceito que podemos usar.
Em primeiro lugar, como catequistas, na tarefa de nos mudarmos por dentro.
Mas também usando as dinâmicas e propostas que ajudem os catequizandos a uma atitude mais positiva face à vida.

Abrir (-se) a (à) Palavra de Deus

Claudine Pinheiro

Nos últimos dois meses, apresentei algumas técnicas para o momento do anúncio da Palavra. Mas talvez seja também importante habilitar os nossos catequizandos a relacionarem-se com a Bíblia, com a Palavra… Adaptadas à tua forma de ser, à tua realidade e à realidade daqueles com quem trabalhas, creio que estas estratégias te poderão ser muito úteis.

Descobre os interesses dos elementos do teu grupo
Procura identificar quais são os centros de motivação de cada catequizando: música, artesanato, viagens…. Tomando este último caso como exemplo: imprime mapas da actual Palestina, vai a agências de viagens e pede brochuras de Jerusalém, Belém…

Rapazes e raparigas na catequese

Olá revista catequistas. Sou catequista de um grupo de 8º ano e este ano tenho sentido uma dificuldade: apesar de preparar atempadamente a catequese, e de procurar dinâmicas e estratégias variadas para a sessão de catequese não se tornar \”monótona\”, noto que os rapazes têm muitas dificuldades em aderir às propostas; coisa que não se passa tanto com as raparigas. Têm algumas sugestões a dar-me?
Cristina, Castelo Branco

Um abraço de Pai…

Luís Almeida

Estamos na Quaresma. É tempo de pensar, tempo de rezar, tempo de arrepender-se, tempo de voltar ao Pai. Jesus é o primeiro a fazer-nos este convite: \”Vinde a mim…\” (Mt 11, 28). A quaresma não pode ser só um período em que se fazem propósitos para sermos melhores; tem de ser tempo para pedir perdão por todas as vezes em que não soubemos ser filhos. A Páscoa será para nós um verdadeiro ressuscitar, porque estaremos felizes reconciliados com o nosso Pai.
Esta celebração é para crianças e pré-adolescentes. É pensada para ser feita na Igreja e com um sacerdote. Começa-se a celebração com todas as luzes da Igreja acesas.

Partilhe

Facebook
WhatsApp

Relacionados

Rui Alberto Ecclesia
Pe. Rui Alberto apresenta Novo Itinerário da Catequese no programa da RTP 2 “A Fé dos Homens”
O Diretor Editorial da Salesianos Editora esteve no programa Ecclesia, transmitido na RTP 2, a apresentar...
Noticia Webinar Emaus Salesianos Editora
Viver os Sacramentos: novos materiais catequéticos para a adolescência
A Salesianos Editora promoveu um webinar para apresentar os novos materiais catequéticos para o 7º ano...
guia Nos passos de Jesus 1 ano
Ligações. Itinerário de Educação à Fé
Ligações. Itinerário de Educação à Fé Um projeto de catequese inovador para conhecer, celebrar e viver...
Vertical+Horizontal - Evangelho meditado

Ligações lança proposta de meditação do Evangelho, para jovens dos 15 aos 18 anos.

Últimas

Pesquisa